Nova pagina 1


Você Está Aqui

Mundo

Médicos encontram tênia de 2,8m em estômago de paciente

  • PDF

teniaestomgpac8

Uma solitária (ou tênia) de 2,8 metros de comprimento foi achada no estômago de um paciente em Cingapura, segundo divulgou recentemente o Departamento de Microbiologia do Hospital Central da Cidade-Estado na Ásia. 

O paciente, cujo nome não foi identificado, costuma consumir carne de peixe crua na forma de sushi, conforme relatório do hospital citado em reportagem do jornal britânico "Daily Mirror". 

O verme precisou ser dobrado 18 vezes para ser fotografado. O paciente não apresentava qualquer sintoma da presença do parasita no seu corpo. "O paciente ficou assustado ao ver o verme sair pelo seu reto", comentou Hsu Li Yang, especialista em doenças infecciosas do Hospital Geral. 

Ano passado, um artigo publicado na revista "British Medical Journal" alertou que estava aumentando o número de casos de infecções parasitárias em decorrência do consumo de carne crua, especialmente oriunda da culinária japonesa, em vários países, como Cingapura. 

Na Itália, por exemplo, além do sushi, anchovas cruas se tornaram vilãs da multiplicação de casos de doenças infecciosas. 

A solitária entra no corpo pela ingestão de carne crua ou mal cozida de animais infectados, como boi, porco e peixe. Os parasitas retiram as substâncias nutrientes dos hospedeiros e às vezes o privam dos alimentos necessários para viver. A maior tênia já encontrada media 22 metros.

Fonte: Ibahia.com 

Herdeiro da Samsung deixa cadeia

  • PDF

herdsamsungcadsai

Um tribunal de apelações sul-coreano suspendeu hoje (5) a sentença de prisão imposta ao herdeiro do Grupo Samsung, Jay Y. Lee, e o libertou da cadeia depois de um ano de detenção devido ao envolvimento em um escândalo de corrupção que derrubou a presidente do país, Park Geun-hye. 

A Suprema Corte de Seul condenou o herdeiro da Samsung a dois anos e meio de prisão, reduzindo a pena original pela metade, e suspendeu a sentença de quatro anos por acusações de pagamento de propina e fraude, o que quer dizer que ele não precisa cumprir o tempo de prisão desde que mantenha bom comportamento. 

Lee, de 49 anos, herdeiro de um dos maiores impérios corporativos do mundo, estava detido desde fevereiro do ano passado. 

Ao deixar o centro de detenção de Seul, Lee disse que seu tempo na cadeia havia sido útil. “Novamente, eu peço desculpas a todos por não mostrar meu melhor lado. E foi um tempo muito precioso por um ano refletir sobre mim mesmo”, disse a repórteres.

Fonte: Forbes Brasil

Duas pessoas morrem e pelo menos 70 ficam feridas após colisão entre dois trens nos EUA

  • PDF

colisaotrenseua18

Uma colisão envolvendo dois trens, nos Estados Unidos, neste domingo (4), matou duas pessoas e deixou pelo menos 70 feridas. O acidente aconteceu na Carolina do Sul. Segundo informações do G1, a imprensa americana noticiou que um trem de passageiros que viajavam de Nova York com destino a Miami se chocou com uma locomotiva de carga.

Companhia responsável pelo trem de passageiros, a Amtrak relatou à ABC News que o veículo levava 139 passageiros e oito tripulantes. Até o momento, as causas do acidente não foram divulgadas.

Fonte: BN

Arqueólogos descobrem metrópole maia na Guatemala

  • PDF

metropmaiaguat18

Pesquisadores encontram, sob densas florestas do país centro-americano, dezenas de milhares de construções, que sugerem que civilização maia tinha milhões de habitantes a mais do que se pensava. 

Usando uma tecnologia de mapeamento aéreo, uma equipe internacional de pesquisadores descobriu, debaixo das densas florestas da Guatemala, pelo menos 60 mil casas, prédios, pirâmides e outras construções da civilização maia até então desconhecidas. 

Anunciada nesta quinta-feira (02/02), a descoberta está sendo considerada um marco na arqueologia maia. O achado inclui campos de agricultura de tamanho industrial e canais de irrigação, e sugere que ali viviam milhões de pessoas a mais do que se pensava. 

A descoberta foi feita no departamento (estado) de El Peten, que faz fronteira com o México e o Belize. Por trás do trabalho, que se estendeu por dois anos, estiveram pesquisadores americanos, europeus e guatemaltecos. 

"É uma revolução na arqueologia maia”, disse Macello Canuto, um dos pesquisadores à frente do projeto. Segundo ele, o achado significa que os maias tinham uma população de 10 milhões de pessoas. "Isso é duas ou três vezes mais habitantes do que se dizia antes.” 

Os pesquisadores usaram uma técnica chamada "Lidar” (sigla em inglês para Light Detection and Ranging), uma espécie de escâner que, instalado em uma aeronave, mapeou uma aérea superior a 2 mil quilômetros quadrados por meio de sensores. 

"Agora não é necessário cortar a mata para ver o que há por baixo", afirmou Canuto. De acordo com o pesquisador da Universidade de Tulane, a tecnologia permite descobrir em tempo relativamente curto o que demoraria décadas por meio da arqueologia tradicional. 

Uma das revelações do estudo foi uma nova pirâmide de 30 metros, que antes havia sido identificada como um morro natural em Tikal, o principal sítio arqueológico guatemalteco. Também foi verificado um sistema de fosso e muralha de 14 quilômetros no mesmo local. 

As imagens revelam, sobretudo, que os maias alteraram a paisagem local de forma muito mais ampla do que se pensava. Em algumas regiões, 95% da área era de terras cultiváveis. 

"A agricultura era muito mais intensa e sustentável do que pensávamos, eles cultivavam cada canto de terra”, disse o pesquisador Francisco Estrada-Belli. "Eles modificaram a paisagem de forma inimaginável." 

O maias, segundo ele, chegaram a drenar áreas pantanosas para usar na agricultura. O extenso sistema de muros, fortificações e canais de irrigação sugerem, além disso, uma força de trabalho altamente organizada. 

A civilização maia teve seu esplendor entre os anos 1.000 a.C. e 900 d.C., continuando a se desenvolver durante todo o período pós-clássico, até a chegadas dos espanhóis. 

A rica cultura, que incluía língua escrita, matemática, arquitetura, artes e sistemas astronômicos, se expandiu pelos territórios que atualmente abrangem Guatemala, México, Belize, El Salvador e Honduras. Seus descendentes vivem na região até hoje. 

As revelações do estudo, apoiado pela Fundação Patrimônio Cultural e Natural Maia (Pacunam), serão exibidas em um documentário que estreará em 11 de fevereiro pelo canal de TV da National Geographic.

Fonte: dw.com

Brasileiro é preso na Colômbia acusado de roubar avião

  • PDF

braspresocolaviao

Um brasileiro foi preso na Colômbia acusado de participar do roubo de um pequeno avião na última quarta-feira em Aguachica, departamento do Cesar, no norte do país. Segundo a Procuradoria colombiana, o homem também teria ligação com a organização guerrilheira Exército de Libertação Nacional (ELN).

O brasileiro foi identificado pela imprensa colombiana como Eduardo Rays. Ele foi preso durante uma operação de busca da polícia do país e, de acordo com o procurador-geral Néstor Humberto Martínez, ele é acusado do crime de “retenção de aeronaves, furto agravado, tentativa de furto, porte de uniformes de uso privativo das forças militares e porte de armas”.

Reyes deve comparecer diante de um juiz nos próximos dias para uma primeira audiência criminal.

O roubo da aeronave aconteceu no aeroporto de Hacaritama, em Aguachica, município localizado cerca de 600 km ao norte de Bogotá. De acordo com os relatos de autoridades militares aos jornais locais, o avião foi interceptado por homens armados com fuzis quando se preparava para a decolagem, na cabeceira da pista.

O avião estava levando 2 bilhões de pesos (cerca de 1,3 milhões de reais) quando foi roubado na quarta-feira. Segundo a Aeronáutica Civil (Aerocivil), o avião foi contratado pela companhia Prosegur para o transporte de valores e estava tripulado por um piloto, um copiloto e um guarda de segurança, que foram obrigados a descer da aeronave e ficaram ilesos.

Segundo Martínez, após o roubo, o avião pousou na região de El Juncal, onde durante as operações de busca foram encontrados fuzis AK47 adquiridos pelas FARC no ano 2001 e que agora estariam em mãos do ELN.

Por isso, os investigadores acreditam que a organização guerrilheira está por trás do roubo. “Há evidências que demonstram que seria o Exército de Libertação Nacional (ELN), mas seguimos avançando na investigação até poder confirmar”, disse o procurador.

Segundo a imprensa local, o Exército, em conjunto com diversos corpos de segurança, também encontrou na aldeia Santa Rosa, na zona rural de Aguachica, três pacotes com dinheiro que somam 1,2 bilhão de pesos (cerca de 2,3 milhões de reais), que teriam sido levados do avião.

Fonte: EFE