Presos suspeitos de manter adolescente refém por quase 48h

Policia

apresad

O motorista de transporte escolar Adenilson Sena de Carvalho, 43 anos, e o autônomo Rodrigo Dantas Rodrigues de Miranda, 21, foram presos em flagrante nesta quarta-feira, 28, no município de Antônio Cardoso (distante a 143 km de Salvador), por participação no sequestro da filha de um empresário de Olindina (a 227 km da capital).

A adolescente de 14 anos era mantida refém por quase 48 horas. A vítima, que não sofreu agressões físicas, já está com a família. Ela havia sido sequestrada na porta de casa, na cidade de Olindina, a 200 km de Salvador, às 12h30 da segunda, 26.

A garota foi encontrada num cativeiro em Antônio Cardoso. Ao perceber a chegada da polícia, Rodrigo rendeu a garota na porta do imóvel e manteve um revólver apontado para a cabeça dela durante os 45 minutos de negociações.

Perseguição policial

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), a polícia perseguiu o grupo por uma hora até a cidade de Inhambupe, a 103 km de Salvador, onde o grupo entrou em um matagal e a polícia perdeu o contato visual.

Já na zona rural de Inhambupe o carro utilizado pelos suspeitos ficou preso na lama e eles precisaram pedir ajuda a um comparsa, que teria trazido outro veículo.

Eles passaram a noite com a vítima em um hotel na cidade de Feira de Santana, a 109 km da capital e, no dia seguinte, o roteiro voltou a ser seguido pela quadrilha, levando a jovem para o cativeiro.

Passagens pela polícia

Segundo o delegado Cleandro Pimenta, da Coordenação de Sequestro e Extorsão, do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), Adenilson, que é dono do imóvel onde a adolescente foi mantida em cárcere, foi o primeiro a ser identificado e preso. Ainda de acordo com o delegado, ele trabalha levando crianças para escola.

A dupla foi autuada em flagrante por extorsão mediante sequestro. Adenilson já possui passagens na Polícia Federal (PF), por transporte ilegal de carne, enquanto Rodrigo responde por porte ilegal de arma de fogo.

A dupla será encaminhada para o sistema prisional. As investigações continuam para identificar e prender mais três pessoas que estariam envolvidas no crime.

 

Fonte: A Tarde