Adolescente acusado de estuprar e matar menina de 10 anos em Camaçari já foi encontrado e apreendido pela polícia

Policia

essajoanderson

O adolescente J.S.S, de 17 anos, acusado de estuprar e matar a garota Milena Alves, 10 anos, em Camaçari, no último dia 17, foi detido e apresentado por uma equipe da 53ª CIPM de Mata de São João, na 36ª delegacia da cidade.

O jovem foi encontrado por volta das 23h deste sábado (19/05), em um veículo gol de cor preta e placa JSJ 4269, que estava conduzido por um homem de prenome Erlon, na Rua Laurindo Regis em Mata. Segundo informações, a mãe do adolescente, Maria Antonia Nascimento dos Santos também se encontrava no veículo e informou estar levando o filho para a delegacia, pois o mesmo estava escondido na localidade de Pitanga, situada na mesma cidade e ele seria o responsável pelo homicídio da garota Milena, ocorrido em Camaçari.

J.S.S teria confessado à polícia ser o autor do estupro seguindo de morte, da pequena Milena Alves. Logo ele foi conduzido para a 18ª DT de Camaçari onde está à disposição da justiça e será apresentado à imprensa nesta segunda-feira.

O caso

Uma menina de 10 anos foi estuprada e morta dentro de sua casa na Rua da Manuela no Bairro da Gleba A em Camaçari na quinta-feira (17). De acordo com o Perito Criminal e coordenador do Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Camaçari, Ricardo Nery, a perícia foi realizada e a necropsia seria feita no dia seguinte sexta-feira (18).

Segundo relatos de testemunhas, foi a mãe da garota que ao voltar do trabalho nesta quinta-feira (17), por volta das 18h15, encontrou a mesma sem vida sobre a cama e com sinais de violência sexual. A garota foi asfixiada pelo agressor segundo as primeiras informações médicas.

De acordo com amigos da família provavelmente o assassino e estuprador teria entrado pelos fundos da casa. “A mãe abriu normalmente a porta da casa e se deparou com a cena mais terrível de sua vida” revela.

Em nota, a Polícia Militar informou que, na noite de quinta-feira, por volta de 20h, policiais militares do 12º BPM foram chamados, após denúncia de que uma criança havia sido morta vítima de estupro. No local, a mãe da menina relatou aos PMs que havia se ausentado para buscar outro filho na creche e deixou a menor sozinha dentro de casa. Segundo ela, ao chegar à residência observou que a janela havia sido arrombada.

De acordo com o policial, três homens que moravam na casa vizinha da vítima disseram à polícia que outro rapaz que morava com eles não foi mais visto depois de meio-dia, pouco antes do crime. Por conta disso, a polícia suspeitava que ele tenha cometido o crime.

 

Ação Noticias

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar