Camaçari: Sessão Ordinária é pautada por temáticas voltadas para a mulher

Politica

Marcando a passagem do mês em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, a pauta da Sessão Ordinária da Câmara de Camaçari desta terça-feira (12/03) esteve repleta de proposições com temáticas voltadas para o universo e para as demandas femininas.

2 sessão geral

Dentre as matérias, estava a apresentada pelo vereador Binho do Dois de Julho (PC do B), que assinou a Indicação No 373/2019, pedindo que seja criada no município de Camaçari a Casa de Acolhimento à Mulher. Segundo a justificativa que acompanha proposição, a ideia é que o espaço possa "acolher mulheres do município vítimas da violência ou cuja integridade física e moral corra risco de qualquer natureza".

Por sua vez, a vereadora Fafá de Senhorinho (DEM) apresentou a Indicação No 302/2019, solicitando que o Poder Executivo possa implantar um setor específico para atendimento em partos humanizados no município. "Acreditamos que, se bem informadas sobre as vantagens do parto normal e desvantagens da cesariana, e tendo à disposição um espaço adequado, com recursos necessários para parirem seus filhos com segurança e de forma humanizada, muitas mulheres se sentirão confiantes de que são capazes de trazer seus filhos ao mundo de maneira natural", reforçou a parlamentar.

Também esteve em pauta a Moção de Pesar No 008/2019, apresentada pelo vereador Teo Ribeiro (PT), e assinada por todos os vereadores da Casa, lamentando o feminicídio de Elis Cristina Silva da Costa, filha do servidor da Câmara de Camaçari, Sonivaldo Soares da Costa. Ela foi assassinada no dia 27 de fevereiro, na cidade de São Carlos, em São Paulo. Os parlamentares fizeram um minuto de silêncio em homenagem à vítima.

Já o vereador Flávio Matos (DEM) apresentou Moção de Aplauso em homenagem a todas as mulheres que lutam pela vida e pelo respeito. No texto, o parlamentar citou como exemplo o caso da fisioterapeuta baiana Isabela Oliveira Conde, que foi vítima de uma tentativa de feminicídio pelo próprio namorado e dois outros homens. Ela recebeu 69 facadas, mas conseguiu sobreviver ao ataque, que aconteceu em Salvador. 

 

 

Fonte: Ascom-CMC