Projeto SEJA! Saberes da EJA inicia as aulas nesta terça-feira, em Camaçari

Camaçari
Ferramentas

asjesenai

A primeira turma de Ensino Médio Profissionalizante do Projeto SEJA! Saberes da EJA inicia as aulas, nesta terça-feira, dia 8 de maio, em Camaçari. Iniciativa patrocinada pela Braskem, em parceria com o Serviço Social da Indústria (SESI) e Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), o projeto terá aula inaugural às 18hs, no Teatro Alberto Martins, na Rua Eixo Urbano Central.

São 105 alunos residentes no município, com média de idade entre 18 e 30 anos. Além da oportunidade de concluir o Ensino Médio na modalidade a distância (EaD), eles também vão cursar, em paralelo, um dos três cursos de formação profissional em montador e reparador de microcomputadores, eletricista residencial e montador de construção a seco (drywall). Ao todo, são três turmas com 35 alunos cada.

"Na Braskem utilizamos a tecnologia e a inovação para alcançarmos o desenvolvimento sustentável. Por isso apoiamos o SEJA! – Saberes da EJA, justamente, por percebermos no projeto essas características, capaz de melhorar a vida desses jovens, através da ampliação do conhecimento", garante Milton Pradines, gerente de Relações Institucionais da Braskem na Bahia e Alagoas. O Projeto SEJA! Saberes da EJA é uma oportunidade para jovens e adultos elevarem a escolaridade, utilizando as mais modernas práticas de educação, já que o projeto associa o ensino a distância à metodologia de reconhecimento de saberes. Esta metodologia identifica e reconhece os conhecimentos adquiridos ao longo da sua formação e experiência de vida pelo aluno, permitindo que ele concentre seus esforços nos conteúdos que não foram sistematizados. O principal ganho é a redução do tempo de curso para conclusão do Ensino Médio.

Além do aumento na escolaridade, o projeto SEJA! também visa capacitar pessoas e estimular o empreendedorismo, oferecendo os cursos de formação profissional. De acordo com a gerente de Educação de Jovens e Adultos do SESI, Gisele Freitas, dos 105 matriculados, 50 pessoas estão desempregadas ou em busca do primeiro emprego. Os demais atuam como autônomos, são empregados com e sem carteira assinada e donas de casa. "Com este projeto, a Braskem dá oportunidade de acesso aos moradores de Camaçari a um programa de sucesso desenvolvido pelo SESI/SENAI na área de educação de jovens e adultos e que tem contribuindo para transformar vidas", destaca Gisele.

 

Fonte: Ascom