Prefeitura intensifica combate ao Aedes aegypti em áreas críticas

Camaçari

aesdr

Desde o início deste ano a Secretaria de Saúde (Sesau), através do Centro de Controle de Zoonoses, tem realizado diversas ações de combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, zika vírus e chikungunya. Contudo, algumas áreas mais críticas têm sido alvo de ações de intensificação, como o bairro Verdes Horizontes, onde os agentes de endemias estão desde a semana passada realizando, além do trabalho rotineiro, o combate ao mosquito com o UVB Costal.

Diretora da Vigilância à Saúde, Fátima Guirra chama a atenção da população para o combate ao mosquito. “Estamos entrando nas estações mais quentes do ano, onde a proliferação do mosquito é bem maior. Sendo assim, todos precisam fazer sua parte eliminando os possíveis focos do mosquito. Não adianta apenas os agentes de endemias visitarem as casas e colarem veneno nos locais se diariamente a população não fizer sua parte também”.

Há três meses, o mesmo trabalho de intensificação aconteceu na região dos PHOCs, onde existia um possível foco de epidemia do mosquito. “Se não tomarmos cuidado, todos os bairros podem virar grandes focos do mosquito. Por isso é preciso que o poder público e a população se unam nessa luta e cada um faça sua parte eliminando os focos”, afirma Guirra.

Para combater o mosquito Aedes Aegypti é muito simples. Basta não deixar:

– Água empossada em cacos de plantas no jardim;

– Água empossada em pneus velhos;

– Água de piscina parada sem tratamento;

– Tanques ou toneis com água descobertos;

– Garrafas velhas acumulando água destampadas.

 

 

Fonte: Ascom/PMC