CAF aprova empréstimo que vai financiar programa de desenvolvimento em Camaçari

Camaçari

A Prefeitura de Camaçari celebra mais um avanço em direção à concretização do empréstimo que vai possibilitar a realização, de forma célere, de importantes projetos para o desenvolvimento do município. É que o CAF – Banco de Desenvolvimento da América Latina – aprovou, nesta terça-feira (12/03), o empréstimo de US$ 80 milhões requisitado pela administração municipal, com garantia da União, para promover a integração social, econômica e urbana da cidade e, com isso, gerar novas centralidades urbanas, fomentar o desenvolvimento da micro, pequena e média empresa e aprimorar as potencialidades turísticas da cidade.

cas

Importantes obras viárias e ações destinadas a melhorar a inserção dos cidadãos no mercado de trabalho e intervenções dirigidas a melhorar a qualidade do serviço educacional voltado para a primeira infância figuram entre as medidas contempladas pelo programa de Integração e Desenvolvimento Urbano, Social e Ambiental do Município de Camaçari, ao qual o valor do empréstimo se destina.

O prefeito Elinaldo Araújo fez questão de destacar que a população será a grande beneficiada com a efetivação do empréstimo junto ao CAF e comemorou a novidade. “É mais um passo no caminho da contratação do primeiro empréstimo internacional da Prefeitura de Camaçari. O Programa Integração que será financiado é extremamente importante para o desenvolvimento do município e para a qualidade de vida da população de Camaçari”.

Luis Carranza, presidente-executivo do CAF, ressaltou relevância dos investimentos em infraestrutura urbana. “São necessários para a dinamização econômica das cidades, mas também se constituem como um fator fundamental para melhorar a igualdade e a integração social”, destacou, evidenciando o objetivo da iniciativa de alcançar um crescimento que beneficie a todos os cidadãos do município.

As ações previstas pela iniciativa também devem contribuir para reduzir o tempo de viagem dentro da cidade e melhorar a circulação de informação com investimentos e a revitalizar espaços estratégicos como o Centro Histórico e áreas relevantes para o turismo ao longo da orla.

 

 

Fonte: Ascom-PMC