Mata de São João: Acusado de agredir ex-mulher fala sobre caso

Mata de São João
Ferramentas

acuses

O vendedor de polpas de frutas, José Bispo de Araújo, 48 anos, acusado de agredir a ex-companheira no último domingo (8), em Mata de São João, em contato com o site Mais Região, desmentiu a versão apresentada pela vítima à polícia. Segundo Bispo, ele não tinha o objetivo de ferir a vítima quando atirou o prato de vidro.

“Estava na roda de samba na localidade de Vila Itapecerica, quando ela (a ex-companheira) chegou e me bateu na frente das pessoas e avisou que conversaríamos em casa. Ao chegar em casa, eu estava comendo, quando ela bateu na mesa, espalhando a comida que estava no prato. Na hora, subiu um nervoso e não fiz nada. Depois ela veio novamente me xingando, foi quando eu joguei o prato para cima, mas não foi para acertar ela”, explicou José Bispo.

O prato de vidro atingiu o rosto da mulher que foi socorrida para o Hospital Municipal Dr. Eurico Goulart de Freitas. De acordo com informações da polícia, o laudo médico apontou múltiplas lesões.

José ainda contou que na segunda-feira (9), procurou a polícia para relatar o fato. “Chegue na delegacia na segunda, 6h, e contei os fatos à polícia civil”, destaca.

Na delegacia foi constatado que o acusado tem outras passagens pela polícia por agressão doméstica. “Essa foi outra situação em que me envolvi com outra mulher, que tenho um filho, mas não houve agressão”, afirma.

José Bispo disse que está em processo de separação e aguarda a decisão judicial.

 

Fonte: Mais Região