Mata de São João: Professores apresentam reivindicações aos vereadores na sessão

Mata de São João
Ferramentas

arepsi

Após ocuparem o plenário da Câmara de Vereadores de Mata de São João, os professores da rede pública, munidos com faixas, tiveram um momento para apresentar a pauta de reivindicatória, na noite desta terça-feira (5). O presidente da APLB Sindicato, Manoel Jorge e os professores Renaldo e Robson tiveram 10 minutos, cada, para reivindicar as melhorias para categoria.

Conforme Manoel Jorge, as principais exigências do grupo são: o reajuste salarial, reformulação do ensino em tempo integral e o repasse de 60% do precatório da Fundeb/Fundef. “Já encaminhamos a pauta para a Câmara, e os vereadores estão cientes das nossas revindicações. Os 480 professores da rede pública de ensino que lutam pelo reajuste salarial que a prefeitura pretende fazer o repasse de 2,8%, além dos 60% do precatório que é nosso por direito” destaca e acrescenta – “Somos a favor do turno integral, mas o projeto precisa ser reformulado”.

Na ocasião, os representantes também destacaram sobre a precarização da educação, sinalizando sobre a substituição de professores por montinores nas escolas municipais. “Existem monitores que não sabem ler e estão em sala de aula ensinando os nosso alunos”, ressalta Robson.

Ao final da oportunidade cedida pelo presidente da Casa legislativa, Agnaldo de Lulu, o edil disse à categoria que iria pensar sobre a realização de uma audiência pública.

 

Fonte: Mais Região