ubermortosub

Um motorista de Uber foi morto a tiros na noite deste sábado (6), no bairro de Ilha Amarela, Subúrbio Ferroviáriod e Salvador. José Henrique Pereira Alves, de 24 anos, foi alvejado dentro do carro que dirigia, um Prisma branco, pertencente a uma locadora.

Policiais da 14ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Lobato) foram chamados e chegaram a prestar socorro à vítima no Hospital do Subúrbio, mas José Henrique não resistiu aos ferimentos.

De acordo com o Correio, a polícia ainda não sabe se o crime foi um latrocínio ou homicídio, mas o carro não foi levado. A vítima era natural de Senhor do Bonfim, no interior baiano. O crime é investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Fonte: BN

rematricusexdd

Matrículas e rematrículas na rede municipal de ensino em Dias D'Ávila estão sendo realizadas por etapas, conforme o calendário disponibilizado pela Secretaria Municipal de Educação (SEDUC). Os pais que desejam realizar a rematrícula dos alunos que foram regularmente matriculados no ano de 2017 e aprovados na unidade, tem até esta sexta-feira (5) para confirmar a matrícula. 

De acordo com a SEDUC, o processo, que iniciou no final do ano passado, contempla as seguintes modalidades: Pré-Escola, Anos Iniciais, Anos Finais e Educação de Jovens e Adultos – EJA. Matrículas e renovação são realizadas na data prevista no calendário municipal. (Confira o calendário abaixo)

A permanência dos alunos nas escolas só estará confirmada após o comparecimento dos responsáveis na unidade de ensino.

Calendário: 

rematricukadd

Fonte: Mais Região

materialdecontriuçãoAs vendas de material de construção no varejo cresceram 6% em 2017 na comparação com o ano anterior, segundo pesquisa da Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção (Anamaco). O faturamento anual do setor ficou em R$ 114,5 bilhões.

Segundo o presidente da associação, Cláudio Conz, este foi um ano de recuperação, mas com percalços. A expectativa da Anamaco é que o setor cresça 8,5% em 2018, influenciado pela redução da taxa de juros, da inflação e pelo aumento do emprego.

Em dezembro, as vendas de material de construção cresceram 1% em relação a novembro. O mesmo percentual foi observado na comparação com dezembro de 2016.

Na análise por categorias, as vendas de tintas tiveram crescimento de 8% em dezembro na comparação com novembro. As vendas de cimento cresceram 2% no período; as de revestimento cerâmico caíram 4% e as de telhas de fibrocimento tiveram queda de 3%. As informações são da Agência Brasil.

temervetapmemp

O presidente Michel Temer decidiu vetar integralmente o programa de refinanciamento de dívidas de micro e pequenas empresas (Refis), aprovado pelo Congresso Nacional em outubro do ano passado.

A informação foi divulgada pelo presidente do Sebrae, Afif Domingos, ao jornalista Valdo Cruz, do G1. O veto assinado nesta sexta-feira (5) deve ser publicado na edição do Diário Oficial da União (DOU) da próxima segunda-feira (8).

De acordo com Valdo Cruz, Temer prefere não sancionar o Refis para não ter qualquer responsabilidade pelo perdão das dívidas aos microempresários e evitar e evitar ser enquadrado na Lei de Responsabilidade Fiscal, o que pode levar a um processo de impeachment. No entanto, Afif declarou que o presidente se comprometeu a apoiar a derrubada do próprio veto Congresso Nacional. Temer também avalia enviar ao Legislativo um novo projeto de refinanciamento de dívidas de micro e pequenas empresas.

Fonte: BN

ssarotatrafico

Traficantes internacionais de drogas têm utilizado Salvador como rota de escoamento de narcóticos para outros países. De janeiro a outubro de 2017, mais de duas toneladas de entorpecentes foram apreendidas no meio de cargas no porto, assim como entre bagagens de passageiros no aeroporto da capital baiana. 

Os traficantes têm utilizado a técnica chamada rip-on / rip-off loading, termo utilizado pelas autoridades para descrever ato de inserir droga no meio das cargas regulares, em algum momento da viagem, sem conhecimento do dono. 

Somente no Porto de Salvador, no Comércio, foram apreendidas 2,04 toneladas de cocaína entre as cargas, como resultado de operações conjuntas da Receita com a Polícia Federal (PF). Das cinco apreensões, quatro navios tinham como destino na Europa o porto de Antuérpia, na Bélgica. 

A maior apreensão de 2017 ocorreu em março, quando a alfândega encontrou 562 quilos de cocaína em 20 bolsas em meio a um carregamento de pedras. A droga foi avaliada em cerca de R$ 39,3 milhões de dólares, o equivalente a R$ 121,4 milhões, à época. 

A carga estava em um navio rumo à Bélgica, mas que, antes, já havia passado pelos portos de Santos (São Paulo), Paranaguá (Paraná), Navegantes (Santa Catarina) e Rio de Janeiro até chegar a Salvador, de onde seria despachada para a Europa. 

Com o mesmo roteiro, outro volume que chamou atenção foi a apreensão no porto, no mês passado, de 540 quilos de cocaína escondidos em uma carga de madeira. A droga, que foi avaliada em aproximados R$ 60,6 milhões, chegou ao Brasil pelo porto de Rio Grande (RS).

Em agosto do ano passado, 441 quilos de cocaína avaliados em R$ 48,7 milhões chegaram do mesmo roteiro de portos no Brasil para serem levados à Bélgica. A única exceção à Europa foram os 220 quilos de cocaína encontrados num carregamento de cerâmica rumo a Manaus, em julho último. 

Mudança de foco 

Chefe da Divisão de Repressão ao Contrabando e Descaminho da Receita, o auditor-fiscal Joselito Correia suspeita que Salvador sempre tenha figurado como rota do tráfico internacional, que ficou mais evidente nos últimos dois anos com as operações voltadas a detectar drogas. 

"Talvez, Salvador sempre tenha sido rota. A diferença é que, desde 2016, priorizamos o combate ao tráfico. Por isso, se tornou mais evidente. Como o serviço não estava voltado para esse fim, as drogas devem ter passado em outras ocasiões". 

Segundo Correia, as apreensões decorreram do emprego de uma série de fatores, a exemplo de técnicas de gerenciamento de risco, inspeção não invasiva (balança, scanner, raio-x, cão farejador), cooperação institucional com órgãos de segurança e troca de informações internacionais. 

"É um jogo de gato e rato. Eles (os traficantes) colocam as drogas em algum momento da viagem, em algum porto. Sempre buscam inserir os tabletes em cargas densas, como madeira e pedra, por exemplo, para confundir os equipamentos de detecção", afirmou. 

Uma das técnicas usadas pela alfândega consiste em observar se o lacre original do contêiner é o mesmo utilizado desde a origem da carga. "Se o lacre não estiver intacto, abrimos a carga, acionamos os cães, além de empregar a tecnologia disponível", detalha.

Fonte: A Tarde

qjoscontamret

Por contaminação de bactéria, três lotes de queijos da marca Friolack tiveram sua distribuição e comercialização proibidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). De acordo com o órgão, os lotes estavam contaminados por Listeria monocytogenes, bactéria capaz de provocar listeriose e infecções no sistema nervoso central, entre outros problemas.

Para identificar possíveis lotes contaminados, o consumidor deve prestar atenção no rótulo: o lote 290 do Queijo Prato Lanche – Fatiado e Interfolhado (com validade até 09 de fevereiro de 2018), o lote 303 do Queijo Mussarela Fatiado (com validade até 28 de janeiro de 2018) e o lote 312 do Queijo Coalho (válido até 04 de fevereiro de 2018) passaram pela proibição da Agência.

A empresa que produz os laticínios, a Fariolack Ltda – ME já anunciou que recolherá os lotes irregulares.

Fonte: BN

Mais Artigos...