Faculdades suspendem atividades por tempo indeterminado devido a greve dos caminhoneiros

Educação

faculdadessusp

A Universidade do Estado da Bahia (Uneb) e as faculdades particulares Jorge Amado (Unijorge), Universidade Salvador (Unifacs) e o Centro Universitário Estácio da Bahia (FIB) anunciaram a suspensão das aulas a partir desta segunda-feira (28), devido a greve dos caminhoneiros.

Como a Universidade Federal da Bahia (Ufba), que também resolveu suspender as atividades (veja aqui), as instituições alegaram o agravamento das condições de mobilidade urbana e segurança públicas provocada pela paralisação que chega ao seu sétimo dia neste domingo (27).

Em nota, a Unifacs informou que estará acompanhando os desdobramentos da greve e na segunda emitirá um novo comunicado nos seus canais oficiais sobre a realização das atividades na terça (29). Já a Uneb suspendeu as atividades acadêmicas na unidade central e em todos os campi na Bahia a partir de segunda e pediu que a administração mantenha recolhida a frota de veículos da universidade, utilizando apenas “em caso de comprovada urgência”.

A Unijorge também anunciou a interrupção das atividades nas unidades da Paralela, Comércio e Tancredo Neves em todos os turnos até a mudança no cenário grevista. A FIB disse que ajustará o seu calendário para minimizar os impactos ocasionados devido a crise de abastecimento e que as aulas estão suspensas até que a faculdade anuncie o retorno das atividades por meio das redes sociais e site institucional.

 

Fonte: BN