Lideres de várias religiões se encontram em Camaçari para discutir a quebra de preconceito

Eventos

religioesenc

Católicos, Espíritas, Evangélicos, Candomblecistas e politico se reuniram na noite desta quarta-feira (22) em Camaçari em prol da igualdade e contra o preconceito. O evento denominado Diálogo Inter-Religioso teve como tema central “Identidade e Respeito: Quebre o seu preconceito”, foi idealizado pela Associação dos Negros Evangélicos de Camaçari (ANEC) e realizado por várias instituições, a exemplo do Movimento Negro de Camaçari, Epíritas, Povo de Santo e Católicos,  na Cúria Diocesana. “Nós evangélicos, a igreja católica e todas as outras religiões demos os primeiros passos para mostrar que a união e o amor para com os irmãos são mais importantes. Todos os segmentos religiosos devem buscar o diálogo cada vez mais, e assim, juntos, nos fortalecermos em busca da paz”, declarou o Pastor Gilberto Araújo da Cruz, da Igreja Batista.

Na mesa de honra do evento todos os convidados tiveram a oportunidade de palestrar sobre as estratégias de diálogo inter- religioso e combate à intolerância religiosa na sociedade contemporânea. “Somos diferentes grupos étnicos traficados ao longo dos mais de 500 anos de nosso país. Todos deveriam conhecer nossa religião e a nossa luta antes de nos julgar”, ressaltou a Professora Ana Amélia Cardoso, Cota Sualankalá, representando religião de matriz africana.

Questões de identidade, de respeito e de tolerância ampliaram o debate. “Pessoas de todas as religiões participam do atendimento fraterno na nossa casa espírita e não falamos para elas de espiritismo e sim da lei do amor”, frisou Cledemilson Nascimento, psicólogo e espirita.

encontrointreligioso

Foram cerca de três horas de abordagens e reflexões sobre o tema proposto, cada intervenção reforçava a importância de se criar estratégias de enfrentamento ao preconceito em geral. A plateia também fez algumas intervenções com perguntas e sugestões a cerca do assunto. “Esse é o segundo encontro que participo com essa abordagem, fico muito feliz em ver diversas denominações religiosas juntas discutindo ações para promover o respeito e  a união”, disse Ivonete Mota, representante de religião de matriz africana.

É o diálogo étnico inter- religioso servindo como base para a busca de uma convivência harmoniosa entre as religiões, uma iniciativa que trouxe à Camaçari lideres religiosos de diversas denominações e também de várias cidades. “Vivemos numa sociedade fragmentada. Acredito que o diálogo entre as religiões pode ajudar no crescimento dessa sociedade. Só será possível dialogar com o outro, tendo como base a própria identidade. Nossa temática é identidade e respeito. O povo negro de Camaçari necessita de uma identidade, sendo assim, será  um povo respeitoso e cultural, avançando no tempo”, declarou Padre Valmir Miranda, Assistente Eclesial da Pastoral Afro da Diocese de Camaçari.

Ação Noticias