Prefeitura de Camaçari entrega casa de farinha móvel a agricultores neste sábado (08)

Responsabilidade Social

whatsapp image 2018 12 05 at 17 34 21 1 1024x1024

Neste sábado(8/12), a Prefeitura de Camaçari, através da Secretaria de Desenvolvimento da Agricultura e Pesca (Sedap), entregará aos agricultores a casa de farinha móvel, equipamento importante adquirido pela Sedap, capaz de produzir 750 quilos de farinha por dia e que vai potencializar a produção no município.

O ato está marcado para ocorrer às 8h30, durante a tradicional Feira da Agricultura Familiar de Barra do Pojuca, no Centro Comercial, onde os agricultores poderão observar a casa de farinha móvel em pleno funcionamento. O evento também marcará a substituição de todas as barracas das feiras livres administradas pela Sedap, onde cada agricultor e feirante poderá contar com um equipamento novo para realizar suas vendas.

Em 2017, foram produzidos mais de 36 mil quilos de mandioca (matéria prima para produção da farinha, dados preliminares do IBGE 2017),mas não foram convertidos para este fim devido às dificuldades por parte das associações em manter ou construir uma casa de farinha fixa. O aipim e a mandioca que não são aproveitados para a fabricação de farinha servem de alimentação de animais e a fécula(com a produção de derivados).

A casa de farinha móvel irá percorrer todas as comunidades rurais produtoras de aipim e mandioca mediante credenciamento das associações e análise de viabilidade do local, passando temporadas curtas até finalizar a produção.

"Os agricultores tem perdido a mandioca pela falta de condições de produzir a farinha, o que é muito triste, porque é um cultivo que dá trabalho e não é fácil ver os agricultores terem tanto esforço em vão. Agora, nós temos a possibilidade de melhorar a qualidade de vida desses produtores, dando a eles a condição de produzir a farinha, assim como escoar essa produção nas feiras livres e em parceria com a Secretaria de Educação, através do PNAE", destacou o secretário da pasta, Antonio Falcão.

 

Fonte: Ascom