hemobahorafimano8

Em função do feriado do Dia de Confraternização Universal, as unidades da Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (Hemoba) não funcionam nesta segunda-feira, 1º de janeiro. As unidades voltam a atender os candidatos à doação de sangue e cadastro de medula óssea em seus horários habituais na terça-feira (2). 

Neste sábado, dia 30, o hemocentro coordenador, localizado na Ladeira do HGE (Hospital Geral do Estado), em Salvador, funciona normalmente, das 7h30 às 12h30. Para obter mais informações sobre os endereços e contatos das demais unidades, clique aqui. 

Sobre a doação de sangue

Doar sangue é um ato simples, rápido e seguro. O organismo repõe o volume de sangue doado nas primeiras 24 horas após a doação. Todo o material utilizado na coleta é descartável, o que elimina qualquer risco de contaminação para o doador. 

Para doar sangue, o voluntário deve estar em boas condições de saúde, pesar acima de 50 quilos e ter idade entre 16 e 69 anos – menores de 18 anos devem estar acompanhados por um responsável legal. É necessário estar descansado (ter dormido pelo menos 8h nas últimas 24h) e bem alimentado, tendo, preferencialmente, ingerido alimentos sem gordura, e portar um documento oficial com foto (RG, carteira de trabalho, carteira de motorista ou de reservista) em bom estado de conservação. 

Mais informações também podem ser acessadas através das páginas oficiais da Fundação no Facebook (fb.com/hemoba) e no Instagram (@hemobaoficial).

azeite4proibidas

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu na terça-feira a comercialização de quatro marcas de azeite e de uma pimenta-do-reino devido a resultados insatisfatórios em laudos de análise fiscal. Os azeites de oliva extra virgem das marcas Torre de Quintela, Malangueza e Olivenza, fabricados pela Olivenza Indústria de Alimentos Ltda., foram proibidos por apresentarem índices de refração e iodo acima do recomendado, o que descaracteriza os produtos como azeites puros. 

Foi vetado também um lote do azeite de oliva extra virgem Lisboa. De acordo com a Anvisa, o produto apresentou, segundo laudo de análise fiscal, perfil de ácidos graxos, determinação de ácidos graxos monoinsaturados, determinação de ácidos graxos poli-insaturados e pesquisas de matérias estranhas acima das faixas recomendadas. A agência determinou que a Natural Óleos Vegetais e Alimentos Ltda remova o estoque existente no mercado do azeite em questão. 

Confira abaixo as marcas proibidas: 

Azeite de Oliva Extra Virgem – Torre de Quintela 

Azeite de Oliva Extra Virgem – Olivenza

Azeite de Oliva Extra Virgem – Malaguenza

Azeite de Oliva Extra Virgem – Lisboa

Pimenta-do-reino

A Anvisa determinou também a proibição da comercialização e o recolhimento de todos os lotes com data de fabricação 07/2016 da pimenta-do-reino em pó preta da marca Brusto. A medida foi motivada pelo resultado do laudo de análise fiscal definitivo 383.1P.0/201 que acusou presença de pelos inteiros e fragmentos de pelos de roedor (indicativo de risco) e de insetos (indicativo de falha de boas práticas) no produto.

O que dizem as empresas

Em nota enviada a VEJA por e-mail, a Distribuidora de Produtos Brusto LTDA, responsável pela pimenta-do-reino em pó preta Brusto afirmou que todos os produtos já foram retirados da comercialização “e não está mais sendo produzido até que seja descoberto o motivos dos problemas”. 

A Olivenza Indústria de Alimentos LTDA, responsável pelas marcas de azeite extra-virgem Torre de Quintela, Olivenza e Malaguenza afirmou apenas que está “à disposição para análises necessárias dos órgãos competentes de avaliação dos produtos, afinal, primamos pela qualidade atendendo sempre os requisitos exigidos”.

A Natural Óleos Vegetais e Alimentos Ltda, responsável pelo azeite extra-virgem Lisboa, foi procurada pela reportagem, mas não se manifestou até o fechamento desta nota.

Fonte: Veja.com

exprefdemitidosesab

O médico Amauri Saldanha De Lucena, ex-prefeito de Mulungu do Morro conhecido como Dr. Amari (PSD), foi demitido da Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) após constatação de acúmulo ilegal de salários durante sua gestão.

O médico continuou como cirurgião da Sesab enquanto estava na prefeitura do município, sem pedir licença de um dos cargos públicos. A prática ilegal foi apontada pela Procuradoria-Geral do Estado (PGE) como “conduta incompatível com a moralidade administrativa na percepção cumulativa de vencimentos decorrentes dos dois cargos públicos estaduais com remuneração de cargo eletivo”, de acordo com a decisão de demissão publicada no Diário Oficial.

O doutor já passou por um problema parecido, em 2011, quando nomeou seu sobrinho Thiago Saldanha de Lucena para ser dentista de Mulungu enquanto já tinha vinculação municipal com um hospital em Barreira. “Esse é um problema terrível. O custo da saúde está muito alto. É difícil contratar essas pessoas. Aí, ele como é sobrinho meu, veste a camisa, trabalhar para valer”, declarou o médico ao Bahia Notícias na época.

Fonte: Bahia Noticias

fordnatalcapa

As ações voluntárias ganham cada vez mais espaço na Ford Brasil. Neste mês, empregados de todas as unidades se mobilizaram para tornar o Natal de cerca de 1.300 crianças mais feliz.

Organizadas pelos comitês de Cidadania de cada uma de suas fábricas no Brasil, as campanhas de solidariedade contaram com a adesão de muitos voluntários, que doaram presentes e dedicaram seu tempo para beneficiar crianças atendidas por creches ou moradoras de áreas de vulnerabilidade social. Em Horizonte (CE), onde fica a fábrica da Troller, a ação foi feita em prol de idosos.

São Bernardo do Campo

O Comitê de Cidadania da Fábrica da Ford em São Bernardo do Campo (SP) promove uma campanha de apadrinhamento de crianças há mais de 20 anos. Neste mês, os empregados presentearam cerca de 450 meninos e meninas de duas instituições filantrópicas da região.

O líder do time de carrocerias, Leandro Bernal Ordok, sempre doou presentes para a garotada, mas neste ano a data teve um colorido especial. Desta vez, ele participou com sua mulher, Joyce, da entrega das sacolinhas com roupas, calçados e presentes. Feliz por fazer parte da ação, Joyce também levou 180 sacolinhas de doces, que fizeram a alegria da molecada.

natalford7

Camaçari

Em Camaçari (BA), a campanha Adote uma Criança foi iniciada em 2002 e também consiste na doação de kits de Natal  para crianças de instituições filantrópicas. Os presentes são entregues durante o mês de dezembro pelos próprios empregados, que recebem em troca o carinho e sorriso das crianças.

Neste ano, foram contempladas 625 crianças de oito instituições localizadas nos municípios de Camaçari, Dias D’Ávila, Salvador e Simões Filho. “É muito prazeroso fazer parte da campanha. O que mais me toca é a solidariedade dos colegas. Mesmo aqueles que não conseguiram adotar uma criança contribuíram com doces e itens para fazer uma pequena festa para elas no dia da entrega dos presentes”, diz Solange Brito, voluntária da área de Desenvolvimento de Produto de Camaçari.

Taubaté e Tatuí

Em Taubaté (SP), empregados da Ford fizeram a diferença no Natal de 133 crianças, de 3 a 9 anos, atendidas por uma creche da cidade.

Já em Tatuí (SP), durante todo o ano o Comitê de Cidadania disponibiliza uma caixa para doações de empregados. Nos meses próximos ao Natal, o foco das arrecadações é em brinquedos usados, que são selecionados, restaurados - quando necessário -, embalados por voluntários e entregues a crianças de baixa renda do município. “Neste segundo ano da Campanha Natal Solidário contemplamos 60 crianças do Bairro Jardim Europa”, afirma Renato Soares, membro do Comitê de Cidadania da Ford em Tatuí.

Horizonte

A campanha do Comitê de Cidadania de Horizonte (CE) foi voltada para a doação de alimentos ao Lar de Idosos Vovó Ingraça. A entrega foi realizada no dia 18 de dezembro pelos os voluntários da Ford, que foram recebidos com muita alegria pelos idosos.

 Fonte: Ascom

Mais Artigos...