jovemaprendizAté 07.02 a Unidade de Apoio do Vereador Vaninho da Rádio  recebe inscrições para o Programa Jovem Aprendiz ofertado pelo Instituto Imbassaí. A parceria entre a Unidade e a Organização visa gerar comodidade para os moradores de Monte Gordo, que não precisam se deslocar até Mata de São João para participar desta etapa do processo seletivo. 

As inscrições acontecem de segunda a sexta, de 8h às 12h e de 13h30 às 16h30, na UAP, localizada na Rua Bom Jesus, próximo à  Brasilgás. Para participar é necessário que o jovem resida em uma comunidade da Linha Verde que esteja entre Jacuípe e Porto Sauípe, tenha entre 18 a 22 anos e que esteja cursando ou concluído o ensino médio. Mais informações podem ser adquiridas pelo número: 3121-1577. 

Os jovens inscritos passarão por uma prova avaliativa e entrevista com o Instituto Imbassaí, além de entrevista com as empresas contratantes, que acontece no mês de fevereiro. Após essas etapas, os aprovados tem contrato firmado e iniciam o treinamento em março.

anapaulaUma moradora do município de Camaçari, identificada como Ana Paula Ribeiro dos Santos, 24 anos, busca ajuda para realizar um bazar com a finalidade de custear seu tratamento de câncer.

Ana Paula, que reside no bairro Alto do Triângulo, foi diagnosticada com câncer linfoma quando tinha 14 anos. Na época, ela fez todos os tratamentos necessários e ficou curada. Em entrevista ao Programa Revista Metropolitana, apresentado pela Jornalista Jany Silva, a jovem explicou que um paciente só sai da zona de risco após 10 anos. Por conta disso, ela continuou fazendo os exames, para monitorar a doença.

A jovem relatou ainda, que ficou grávida em 2013 e durante o período de amamentação perdeu muito peso, novamente chegou o período de apresentar os exames médicos e ela descobriu que a doença havia voltado e dessa vez, muito mais agressiva.

Outra vez, o tratamento foi iniciado, porém não surtiu o efeito esperado. Ana contou, que chegou a fazer um transplante com a própria medula, para diminuir a intensidade da enfermidade e depois ser submetida a um novo transplante com doador. “O transplante não deu muito certo e a doença continuou no mesmo estágio”, disse.

A jovem também entrou com um processo na Justiça, para poder fazer uso gratuito de uma medicação, utilizada antes do transplante com o doador – Ana ainda não conseguiu a liberação desse remédio que custa R$ 30 mil a dose. Ela precisa de 15 doses.  Só a partir deste tratamento que os médicos saberão como o corpo vai reagir, para passar para a próxima etapa.

Ana Paula conseguiu um doador com 100% de compatibilidade, na própria família. O irmão dela será o doador.

Ana explicou que o transplante só é realizado em São Paulo. O custo da passagem e da hospedagem, ficarão por conta do hospital, no entanto, a jovem ressaltou que existem outras despesas, tendo em vista, que o período mínimo de permanência fora do estado é de três meses. Por conta disso resolveu realizar o bazar.

O evento nomeado como Brechó Fique Bela, que tem como tema “Toda roupa merece uma segunda chance”, acontecerá nos dias 03 e 04 de fevereiro, a partir das 10h, na Rua Nova do Mucambo, Nº 85, bairro da Lama Preta.

Além do bazar, quem tiver interesse de ajudar Ana Paula com doação em valores, a jovem disponibilizou uma conta para depósito.  Banco Caixa Econômica Federal, Agência 1051, Conta 00041738-9, Op 013 (Conta Poupança).  A conta está no nome dela, Ana Paula Ribeiro dos Santos.  Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (71) 98415-5204 e 99333-4712.

entregacadeiras18

Pensando na acessibilidade e nas condições de saúde das pessoas cadeirantes, a Prefeitura de Camaçari, através da Secretaria da Saúde (Sesau), realizou, na quarta-feira (24/01), no Centro Multiprofissional de Reabilitação Física (Cempre), a entrega de 17 cadeiras de rodas para usuários do centro de reabilitação.

A doação faz parte do programa do Cempre, ligado a Sesau, e tem o objetivo de ajudar o beneficiário com a doação de cadeira de rodas, muletas ou qualquer equipamento que auxilie a pessoa na sua locomoção.  Ao todo, 17 pessoas foram beneficiadas com as cadeiras de rodas. Dez delas são motorizadas, seis são do modelo especial, feito sob medida, e uma é no modelo comum. 

O prefeito Elinaldo Araújo esteve presente durante a entrega e ficou feliz com o resultado. "Nós precisamos contribuir para que o cidadão cadeirante continue ativo na sociedade, tendo condições de realizar um trabalho, de se locomover na cidade. Este é o caminho", comentou. 

O Secretário da Saúde, Elias Natan, falou da importância do programa. "A partir do momento em que a cadeira de roda é consentida, a pessoa se sente mais útil para contribuir com a comunidade", ressaltou. 

A gestora do Cempre, Clarice Silva, explicou o processo para adquirir a cadeira. "A pessoa passa por todo um processo, desde a entrega do documento até a conversa com a assistente social, a fim de saber se ele está habilitado para ter a cadeira", explanou. 

A felicidade estava estampada no rosto da moradora do bairro Nova Vitória, Isabel Borges. "Eu precisava muito dessa cadeira de rodas. Agradeço muito por ter conseguido. Quando eu recebi a ligação e até gritei", falou emocionada.

Fonte: Ascom PMC

Mais Artigos...