Em show, Daniela Mercury declara que quer Pabllo Vittar como presidente do Brasil

Mundo da Fama

danielapablov

Em apresentação no Milkshake Festival, evento voltado ao público LGBTQ+, no sábado (2), em São Paulo, a cantora Daniela Mercury falou sobre diversidade e sobre o caminho que ainda há para percorrer em nome dos direitos da comunidade.

Casada com Malu Versoça desde 2013, Daniela defendeu que a luta pelos direitos dos LGBTQ+ deve passar pelo âmbito legislativo. “A gente precisa de representantes no legislativo. Eu, por exemplo, acho que a gente tem que ter alguém LGBT pra presidente. Eu adoraria. Se não, a gente tem que ter bancadas importantes, com mais gente lutando pelos diretos humanos e por todos os direitos da maioria da população brasileira”, disse.

Ela chamou atenção dos políticos e disse que queria Pabllo Vittar como presidente do Brasil. “A gente precisa criminalizar a homofobia, que é algo que ainda não conseguimos de forma clara na lei brasileira, e a gente precisa tirar a transexualidade da lista de doenças”, declarou ela antes de iniciar o seu show.

A cantora também mostrou preocupação quanto à possibilidade de os direitos já garantidos pela comunidade sejam retirados. “Fizeram tanta coisa nesses últimos dois anos que ficamos com medo de ter pessoas no legislativo que não tenham compromisso com a maioria da população e com a diversidade do povo do mundo”, afirmou.

De acordo com o site Uol, ela também se mostrou indignada com o aumento do índice de violência contra homossexuais, bissexuais e pessoas trans, considerando inaceitável que um dado como este exista. “É triste, preocupante e cabe a nós vigiar cotidianamente para que isso não volte a acontecer.

 

Fonte: BN

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar