Sábado, 22 de Junho de 2024
°

Geral audiência

Audiência pública discutirá cuidados e combate à violência contra os idosos

Confira;

18/10/2023 às 06h59
Por: Fonte: dicom pmc
Compartilhe:
Audiência pública discutirá cuidados e combate à violência contra os idosos

Acontece nesta quarta-feira (18/10,), a partir das 9h, no plenário da Câmara de Camaçari a audiência pública pela passagem do Dia Internacional das Pessoas Idosas e Dia Nacional do Idoso. A atividade foi proposta pela Comissão de Políticas Públicas para os Direitos Humanos e Segurança Pública.

Entre os palestrantes convidados estão Cleide de Souza, do Centro de Convivência do Idoso e da Família (CCIF), que vai falar sobre violência contra Pessoa Idosa no município de Camaçari - Fortalecimento dos Conselhos das Pessoas Idosas; Michaelly Ramos, que vai falar sobre violência financeira: Empréstimos, fraudes e golpes com aposentados e pensionistas do INSS; e Juan Sterfan que vai falar sobre direitos da pessoa idosa e a importância da Delegacia Especial de Atendimento ao Idoso.

O Dia Mundial da Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa foi oficialmente reconhecido pela Assembléia Geral das Nações Unidas em 2011, após solicitação da Rede Internacional de Prevenção ao Abuso de Idosos (INPEA), que estabeleceu a comemoração em junho de 2006. Representa um dia do ano em que o mundo inteiro manifesta sua oposição aos abusos e sofrimentos infligidos a algumas das gerações mais velhas.

A violência contra o idoso pode ser definida como um ato único, repetido ou a falta de ação apropriada, ocorrendo em qualquer relacionamento em que exista uma expectativa de confiança que cause danos ou sofrimento a uma pessoa idosa. É uma questão social global que afeta a saúde e os direitos humanos de milhões de idosos em todo o mundo e que merece a atenção da comunidade internacional.

“Em muitas partes do mundo, o abuso de idosos ocorre sem que haja reconhecimento ou resposta, pois, até recentemente, esse grave problema social estava oculto à vista do público e era considerado um assunto privado. Ainda hoje, o abuso de idosos continua sendo um tabu, subestimado e ignorado pelas sociedades mundialmente. No entanto, há evidências que indicam que o abuso de idosos é um importante problema de saúde pública e social”, afirma a justificativa apresentada pela Comissão.